Cesárea não indicada eleva em seis vezes risco de morte da mãe, diz professora da UnB

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A epidemiologista Daphne Rattner, professora de medicina na Universidade de Brasília (UnB), trouxe à audiência dados que demonstram um aumento mundial no número de cesáreas.

As informações expostas pela médica mostram que a intervenção cirúrgica traz um risco de morte seis vezes maior nos casos em que não é indicada clinicamente. O risco de infecção puerperal em casos de cesárea é de 2,86%, enquanto nos partos normais essa chance é de 0,75%.

Matéria completa aqui

Leia Também