Dia #13 da campanha Está em suas mãos – ReHuNa nos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O principal motivo que levou Giovana a procurar a assistência de profissionais humanizados foi a vontade de não ser tratada como uma potencial doente. O receio de ser tratada como o veículo para sua filha vir ao mundo e não como mulher humana completa a fez buscar um acompanhamento alternativo ao coberto pelo convênio durante a gestação.

Os motivos e benefícios que ela experienciou ao ter assistência de uma equipe humanizada são:

1 – a participação em rodas de gestantes a fez entender seus desejos para seu parto

2 – o auxílio da doula na elaboração do plano de parto a ajudou a visualizar os procedimentos protocolares no parto e suas implicações

3 – abarcar o papel e a participação do seu marido durante o processo de gestação e no seu desejo de parto

4 – ter o pré natal individualizado, sem ter que realizar exames sem necessidade para a maneira como sua gestação evoluia

5 – evitar julgamentos de valor a respeito de seu peso, sua idade e outros fatores e ter acolhimento e liberdade para se expressar sobre medos e receios

6 – a presença da doula e do seu marido durante o trabalho de parto foram absolutamente fundamentais

7 – ter experiência de intimidade com as pessoas e profissionais presentes

8 – ter a possibilidade de se sentir livre para suas escolhas de alimentação, movimento e ambiência

9 – ter a hora de ouro respeitada com a bebê mamando com o contato pele a pele logo após nascer

10 – as experiências positivas de pré-natal e parto foram fortalecedoras para sua confiança durante as dificuldades no puerpério e até hoje em sua maternagem

Depoimento: Giovana Tempesta

Realização: ReHuNa

Apoio: ECOS UnB e Rádio Web Saúde UnB

Você já assinou nossa petição? O link está no perfil!

Leia Também